Atendimento humanizado, Casos clínicos, Histórias cotidianas, Médicos escritores, Sem categoria

A senhora e Deus

Sempre digo que ser profissional de saúde é um privilégio. Lidamos todos os dias com a nossa face mais frágil, sem máscaras, com a realidade escancarando na nossa cara o quanto somos iguais naquele leito,  estando ele num quarto de luxo ou na enfermaria coletiva do hospital público.

Hoje foi mais um desses dias.
Entre as diversas pessoas especiais que convivi nas últimas horas, conheci uma senhora de 72 anos que havia passado por um procedimento cirúrgico, simples, há apenas 1 dia. Já havíamos conversado pela manhã, mas ao nos falarmos novamente à tarde e nos despedirmos, ouvi um dos desejos mais fortes que recebi até hoje:

– Doutora, eu desejo que você continue estudando muito e adquira tanto conhecimento que consiga chegar ao ponto de agir como Cristo, olhando para os seus pacientes, tratá-los e dizer ‘eu te curo!’.


Aquilo me arrepiou! Imediatamente disse que agradecia profundamente por votos tão profundos, mas que jamais teria a pretensão de chegar a qualquer proximidade do conhecimento e amor Dele, mas que me sentia honrada pelo carinho dela e que continuaria me esforçando para dar o meu melhor.

Voltei do plantão com essa conversa me perturbando  e pensando na responsabilidade gigante que temos e, muitas vezes, envolvidos pelo cansaço e imediatismo das ações, nos abstemos de sentir.

Horas mais tarde, eis que entendi o que ela quis dizer. Cristo, Deus, Alá ou seja lá qual for a força Maior que você acredita, não está nos céus ou altares. Ele está na natureza, nas coisas e, principalmente, dentro de cada um de nós.

Essa conversa me lembrou o quanto somos fortes, o quanto temos dentro de nós a ferramenta para continuar e transformar (mesmo que às vezes precisemos de uma ajudinha pra descobrir isso)… Por mais que o mundo, os companheiros e a rotina arrasadora esteja mostrando o contrário.
Ele está dentro de mim e de você também.

Com todos os seus desafios e situações limite, não tenho como não repetir todos os dias: Obrigada! 🙏

* Dados alterados para preservar o anonimato da paciente.